sábado, 24 de março de 2012

A Tecnologia na Educação

Dizia Monteiro Lobato “A Educação se faz com homens e livros”. Analisando literalmente a frase percebemos que a frase envelheceu, mas não seu sentido, obviamente.
O advento das novas tecnologias impactou a vida da sociedade com o surgimento dos equipamentos eletrônicos e informatizados que hoje nos acompanham a quase todos os lugares.
A tecnologia apresenta ao aluno uma variedade de informações dando a conhecer a evolução das pesquisas que são aplicadas no nosso cotidiano. Atualmente, podemos acessar fontes de pesquisa internacionais sem sair da comodidade de nossos lares.
As instituições de ensino viam a tecnologia como ameaça, pois temiam que os recursos distraíssem a atenção dos alunos. Pensar que um dia o computador pode substituir o professor demonstra a falta de conhecimento: o computador é o meio, o instrumento facilitador de aprendizagem. Por isso, hoje as escolas resolveram utilizar as ferramentas oferecidas pela tecnologia porque entenderam que é a linguagem e a forma de aprendizagem que mais atrai o aluno. O computador oferece ao professor diversas possibilidades e inúmeros softwares educativos são disponibilizados para serem utilizados nos mais diversos métodos pedagógicos de ensino e aprendizagem.
Com o número de pessoas com acesso a computador e internet no Brasil crescendo a cada ano, os estudantes já não se limitam mais apenas aos livros e salas de aula. Eles necessitam conhecer e utilizar a variedade de recursos oferecidos pela internet e aprender de forma diferente e inovadora. Cabe às instituições de ensino e professores aproveitar esse interesse de forma positiva em prol da educação.
A tecnologia se faz presente no nosso dia-a-dia e no da sociedade, porém é preciso estar atento para não ficar alienado e dependente de máquinas computadorizadas.
As ferramentas disponibilizadas pela tecnologia são fantásticas para abrir novos caminhos para a educação dentro de uma visão pedagógica nova, criativa e aberta. Mas para que isso aconteça na prática, professores, alunos e instituições de ensino devem estar preparados e motivados para integrar o humano e tecnológico.

Marilu Rodrigues é acadêmica do 6º semestre de Pedagogia da UEAP.
Orientada por: Prof. MSc. Idelta Bianca de Souza Diniz



Fonte: http://www.jdia.com.br/pagina.php?pg=exibir_reporter&idnoticia=367